1ª Mostra Científica, Artística e Cultural tem inscrições para apresentação de trabalhos e participação até quarta-feira, 31

A 1ª Mostra Científica, Artística e Cultural “A Universidade Pública no cotidiano maranhense”, que será promovida pela Apruma na UFMA no dia 15 de setembro, tem inscrições de trabalhos até a próxima quarta-feira, 31 de agosto.

A organização do evento alerta para a necessidade de se assegurar logo a participação, haja vista que o prazo para inscrições em apresentação de pôsteres (originais ou já apresentados em outros eventos científicos), lançamentos de livros, apresentações artísticas e culturais e projetos de extensão universitária, não deve ser prorrogado por conta do feriado prolongado no início do próximo mês.

Também pode ser feita inscrição prévia para acompanhar a palestra que acontecerá no período da tarde, com a temática da importância do ensino presencial para as atividades de ensino, pesquisa e extensão. As atividades da Mostra serão certificadas.

Para se inscrever, clique AQUI.

Para apresentação de pôsteres/banners, a sugestão é que a inscrição individual seja feita pelo discente, e o docente figure no campo próprio como orientador, informando-se ainda, se for o caso, a qual grupo de pesquisa o trabalho se vincula.

Novidades

A mostra acontece dia 15 de setembro, e agora, além de envolver a comunidade do Campus Bacanga, o Campus Bacabal também assegurou sua presença no evento: lá, haverá uma programação específica, a ser divulgada em detalhes nos próximos dias.

Acontecerá, como parte da Mostra, edição especial da Feira da Resex de Tauá-Mirim no Campus do Bacanga, em mais uma demonstração da presença da Universidade no cotidiano de nossa sociedade. Na ocasião, serão comercializados produtos da agricultura familiar fruto do trabalho das famílias que vivem na região da Zona Rural II de São Luís e lutam para permanecer em seus territórios tradicionais e também defender o meio ambiente.

Na parte cultural, estão confirmados o BLOCO AFRO AKOMABU, do Centro de Cultura Negra do Maranhão (CCN), e o BOI DE PINDARÉ. Está sendo programada uma homenagem especial in memoriam ao professor Luizão, referência nas lutas antirracistas, na história da Apruma e do CCN.

Foi criada uma conta especial  no Instagram para acompanhar as notícias sobre o evento: CLIQUE AQUI PARA SEGUIR.