Em nota, ABEPSS reafirma posição contrária à minuta da alteração do ensino na UFMA

A Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social – ABEPSS – publicou nota em que reafirma “posição contrária ao EaD, luta que vimos travando desde 2007 por considerarmos que essa modalidade é expressão da precarização e financeirização da educação em todos os níveis, principalmente na educação superior, que coloca em risco a qualidade dos serviços prestados a toda a população“.

A Nota também cita a relação existente entre o projeto da Administração Superior da UFMA e os ataques do bolsonarismo à Educação Pública:

“Identificamos na minuta uma clara articulação com as investidas governistas de desqualificação da universidade, o negacionismo da ciência, progressivos desmontes e ataques aos direitos sociais assim como aos cortes nos investimentos nas políticas sociais públicas, das quais a educação é parte”, diz o documento, cuja íntegra pode ser acessada através do link abaixo.

A Nota da ABEPSS traz ainda os dados da pesquisa realizada pela entidade, em âmbito nacional, no ano de 2021 e cujos resultados foram publicados no documento Formação em Serviço Social e o Ensino Remoto Emergencial, demonstrando os prejuízos da manutenção ad infinitum dessa forma de ensino.

Para acessar o inteiro teor do documento, clique a seguir: