19 de setembro: cem anos do nascimento de Paulo Freire

Com informações do Andes Sindicato Nacional, Instituto Paulo Freire e Uol

A data 19 de setembro de 2021 marca o centenário de nascimento do educador, pedagogo e filósofo Paulo Freire.

Natural de Recife, o pernambucano é um dos grandes nomes da educação mundial, e ficou conhecido internacionalmente pela sua teoria de que a educação é o caminho para a emancipação de sujeitos, para que transformem sua realidade por meio da reflexão crítica.

O seu trabalho de alfabetização de adultos é reconhecido mundialmente.

Entre as inúmeras obras publicadas, estão as que compõem a trilogia: “Pedagogia do Oprimido”, “Pedagogia da Esperança”, “Pedagogia da autonomia”.

  • Em abril de 1990, Paulo Freire concedeu uma entrevista para a primeira edição da Revista Universidade & Sociedade, publicação do Andes Sindicato Nacional (Leia a entrevista aqui).
  • Em julho de 2020, durante o 8º Conad Extraordinário, o ANDES-SN lançou a edição 66 da revista Universidade e Sociedade, com o tema “O Legado de Paulo Freire para a Educação”. Com mais de 25 textos, entre artigos e resenhas, a revista traz diversas reflexões sobre as contribuições freirianas para a Educação, para a Universidade Pública e para a militância sindical, popular e partidária: Confira aqui.
  • No dia 9 de setembro último, a Câmara Municipal de Belém do Pará realizou Sessão Especial em homenagem ao centenário de Paulo Freire. O Andes Sindicato Nacional se fez representar no evento para lançar a publicação acima mencionada, que marca ainda o primeiro lançamento em um evento público e presencial de uma publicação do Sindicato, realização que se encontrava suspensa em razão da pandemia de Covid19 (veja aqui).
  • Este ano, às vésperas do seu centenário de nascimento, a memória do maior pesquisador brasileiro de reconhecimento mundial obteve decisão liminar na Justiça que lhe resguarda dos ataques da extrema direita brasileira, mais precisamente dos que vem sofrendo pelo governo do país: a Justiça Federal do Rio de Janeiro proibiu o governo federal de “praticar qualquer ato institucional atentatório a dignidade do professor Paulo Freire”… – Veja aqui.
  • Nesta data, e sempre, cumpre-nos honrar Paulo Freire e seu legado, como este sindicato e sua categoria vem buscando fazer ao longo de suas existências, tanto em nossas lutas concretas do dia-a-dia, quanto no nosso ofício, cuja matéria-prima é sempre o ideal de uma educação emancipadora: PAULO FREIRE VIVE!

Veja também:

100 anos de Paulo Freire: Patrono da Educação Brasileira






Os links para as publicações encontram-se na matéria acima: confira!