19J: Assembleia Geral orienta participação

Acontece, no próximo sábado, dia 19, mais uma rodada de mobilizações por todo o país contra o governo Bolsonaro, a gestão da pandemia, a morosidade da imunização da população, a falta de auxílio emergencial digno a quem precisa e o ataque aos serviços e servidores públicos.

Em São Luís, Imperatriz e Caxias, no Maranhão, as mobilizações acontecem, conjuntamente, às 8h, partindo dos respectivos logradouros: Praça Deodoro, Praça de Fátima e Praça da Matriz. A Apruma orienta aos docentes que pretendam participar, ou saibam da organização de atos em outros municípios, que entrem em contato para procedermos a atualização desta matéria.

Na última Assembleia Geral da Apruma, ocorrida dia 15 de junho de forma virtual (acompanhe mais noticias sobre as deliberações da Assembleia no nosso site ao longo dos dias), foi discutida a participação da categoria docente.

Em São Luís, foi indicada a concentração de professores e de professoras – observado o necessário distanciamento social – a partir das 8h, ao lado da Biblioteca Pública Benedito Leite, no sentido oposto ao Banco do Brasil (mais próximo à Caixa Econômica). Lá devem ser distribuídos materiais para compor a coluna docente, como faixas e bandeiras do Sindicato.

Orientações

Ainda durante a Assembleia, o professor Micael Carvalho, secretário geral da Apruma, repassou as seguintes orientações, que visam a seguir as normas sanitárias:

  • levar garrafa d’água individual para evitar contato físico. Não haverá distribuição de água justamente em observância a esta regra;
  • observar todas as regras vigentes até aqui, mesmo entre vacinados/as: distanciamento, uso de álcool 70º e de máscaras, especialmente PFF2;
  • ao chegar à Praça, procurar o ponto de “concentração” da categoria
  • comparecer apenas se estiver em condições adequadas, sem apresentar qualquer sintoma gripal ou de mal-estar físico
  • quem não puder participar fisicamente, deverá fazê-lo de modo virtual, compartilhando imagens e motes dos atos ao longo do dia nas redes sociais.

Na Assembleia Geral, o professor Bartolomeu Mendonça, presidente da Apruma, alertou para a necessidade de mobilização de todas as formas, física e virtual, para derrubar propostas como a que tramita no Congresso Nacional (PEC 32), cujo objetivo é o desmonte do serviço público e do Regime Jurídico Único.

Nesse sentido, a diretoria da Apruma reafirmou a necessidade de envidar todos os esforços para construir a unidade necessária na luta contra essa proposta e fazer a disputa do discurso, alertando a sociedade sobre essa política de desmonte – além, é claro, do genocídio em curso.

Vacina no braço, comida no prato e fora Bolsonaro e Mourão: rumo ao #19J!