Apruma – Nota de Pesar

A Diretoria da Apruma Seção Sindical, em nome da categoria que representa, vem solidarizar-se com familiares e amigos do professor da UEMASUL, JAILSON DE MACEDO SOUSA, referência da área dos estudos sobre Geografia Urbana na região sul do Estado do Maranhão.

O professor Jailson é mais uma das mais de 220 mil vítimas da Covid19, pandemia que, no Brasil, ganha tons de terror em razão do estímulo do governo federal à contaminação, sem política efetiva de distanciamento social, com negacionismo, ausência de mínimo esforço para garantia universal de vacina e propagação de um inexistente e criminoso tratamento precoce, sabidamente ineficaz, em detrimento de orientações científicas sobre o assunto.

Tudo isso promovido por um governo acossado por denúncias de crimes arrolados em dezenas de artigos penais e constitucionais, ante a chefia do Parlamento que se nega a fazer o que é de mais urgente: abrir um dos pedidos de impeachment devidamente fundamentados, ante as dezenas que foram apresentadas – inclusive com a assinatura desta Seção Sindical e de seu Sindicato Nacional.

Nesta quarta-feira, batemos, infelizmente, mais de 9 milhões de casos confirmados da Covid19 no país, num prenúncio sombrio do que ainda nos aguarda.

Em memória das vítimas desse genocídio, como o professor Jailson e dezenas de outros companheiros nossos de nossa base, não descansaremos nem nos calaremos até vermos nosso grito de FORA BOLSONARO E MOURÃO concretizados, dando assim um pouco de tranquilidade à nossa classe.

São Luis, 27 de janeiro de 2021

Apruma Seção Sindical