Apruma na luta por uma sociedade antirracista!

Na véspera deste importante dia de luta mais uma vida negra é ceifada. Em público. Na frente de todos, ignorando os gritos por clemência.

JOÃO ALBERTO SILVEIRA FREITAS, 40 anos, foi espancado até a morte dentro de uma filial do supermercado CARREFOUR, na cidade de Porto Alegre/RS.

O episódio não apenas reforça a importância da data, da luta antirracista, mas deve servir para não nos acomodarmos, não aceitarmos passivamente esse genocídio.

Sua morte, João Alberto, não poderá ser em vão.

Não toleraremos esse massacre, nem nos satisfaremos com notas de repúdio, de pesar e outros lamentos. O momento, a gravidade do momento, não permite.

Mais do que nunca, nos fica claro que não basta nos declarar não preconceituosos, ou apenas compartilharmos frases de efeito na Internet.

Mais do que nunca, conclamamos a todos e a todas a esta luta!

Não basta não ser racista.

É preciso atender urgentemente ao chamado da luta antirracista.

Apruma Seção Sindical.