Apruma – Nota de Pesar

A Apruma vem a público lamentar o falecimento de Sálvio Dino Jesus de Castro e Costa, advogado, escritor, membro da Academia Maranhense de Letras (AML), ex-prefeito da cidade de João Lisboa (MA) e ex-deputado estadual do Maranhão, cassado pela ditadura civil-militar que mergulhou o país num tempo de terror contra o qual lutamos para que não seja esquecido e para que não mais se repita.

A Apruma presta suas condolências e solidariedade a todos os amigos e familiares de Sálvio Dino, em especial aos professores Nicolau Dino e Flávio Dino, com atuações na Universidade Federal do Maranhão – este último também governador do Estado.

Sálvio Dino faleceu nesta segunda-feira, 24 de agosto – mais uma vítima da pandemia que se abateu sobre a humanidade, e que requer de nós a manutenção de todo o cuidado possível para que não se alastre ainda mais, fazendo o que pode ser feito no momento, com a observância estrita das regras de distanciamento físico, uso de máscaras e não adesão a aglomerações.

Além do ex-deputado Sálvio Dino, o Brasil registra nesta segunda-feira o absurdamente triste número de mais de cento e quinze mil vítimas do novo coronavírus, o que se dá não apenas pela letalidade da Covid19, mas pela atuação criminosa do governo federal, que ignora o problema, atua contra o distanciamento, cria falsas polêmicas para desviar a atenção da grave situação, enquanto trabalhadores, pais, mães, docentes, estudantes, técnicos, pedreiros, operários e operárias, idosos, idosas, jovens, toda sorte de vidas humanas, seguem um curso terrível e que poderia ser evitado caso as autoridades seguissem fazendo sua parte, fortalecendo as regras de prevenção já conhecidas, preservando o Sistema Único de Saúde, valorizando os serviços públicos e a vida e garantindo condições básicas de alimentação, saúde e moradia à população mais vulnerável econômica e socialmente.

A Apruma lamenta e luta contra esse terrível quadro, conclama sua base a seguir acompanhando a situação sem descuidar das regras de proteção. Por todas estas vidas, nosso mais profundo sentimento.

São Luís, 24 de agosto de 2020

Apruma Seção Sindical