Reunião Ampliada de construção das mobilizações do 18M acontece em São Luís

A partir das 17h30 desta terça-feira, 3, acontece, no Auditório do Sindicato dos Bancários (rua do Sol, Centro de São Luís) a reunião ampliada de movimentos populares, centrais e sindicatos, coletivos, militantes, partidos de esquerda, e todos que desejarem se engajar na agenda contra os retrocessos representados pelo autoritarismo do governo federal para construir a programação do 18 de março na capital e demais cidades maranhenses nessa data que marca a luta em defesa dos serviços públicos, da educação pública, das liberdades democráticas, dos direitos previdenciários e trabalhistas e todas as conquistas sociais que vêm sendo atacadas diuturnamente pelo grupo no poder.

Inicialmente, a reunião ampliada fora chamada pelo setor da Educação, como Apruma, Sinasefe, demais entidades do Fórum Estadual de Defesa da Educação Pública, entre outras instituições do setor. Com o aumento dos ataques, representado nas falas do presidente contra o Judiciário e o Legislativo, endossando atos que pedem o fechamento destes poderes, e dadas as reuniões já ocorridas para discutir essa situação, bem como o envolvimento de outras categorias de trabalhadores na luta em defesa de seus direitos, a proposta da reunião ganhou corpo, e passará a contar com a participação dos demais setores.

Parcial das mobilizações

Até agora, diversas categorias já aprovaram mobilização para o 18 de Março, além de tantas outras que estão com assembleias marcadas para discutir o assunto.

Na manhã desta terça, em Assembleia Geral no Campus Monte Castelo, a base do Sinasefe (técnicos e docentes do IFMA) aprovou a participação. Do Instituto, também já aderiram os campus de Porto Franco, Açailândia e Buriticupu, na região sul do Maranhão, bem como São Raimundo das Mangabeiras. Também já estão marcadas assembleias para os campus Pinheiro, Grajaú, Coelho Neto, Bacabal e Barra do Corda.

Na base da APRUMA, a Seção Sindical do Andes que representa os docentes da UFMA agendou uma rodada de assembleias que acontece a partir desta semana em nove cidades com campi da Universidade Federal do Maranhão. Além disso, um extenso calendário de mobilização também vem sendo executado, com a realização, por exemplo, de aula pública na tarde desta quarta-feira, 4, no Campus Bacanga. O Colégio Universitário, cuja base também é representada pela Apruma, discutiu o assunto em reunião e resolveu contribuir com a construção da mobilização (confira links abaixo).

No Judiciário Federal, o Sintrajufe realizou Assembleia Geral nesta segunda-feira, na qual servidores do TRT/MA, TRE, Justiça Federal, MPF e MPT decidiram construir as mobilizações da data.

Veja também:

Preparar a greve do dia 18 de Março: Apruma convoca Assembleias nas Unidades da UFMA – confira e participe

Apruma realiza Aula Pública para toda a comunidade universitária como parte das atividades de defesa da Universidade e em preparação para a mobilização do dia 18

Comunidade discute impactos da redução orçamentária no COLUN/UFMA e decide fortalecer mobilizações em defesa de Educação e dos serviços públicos