Plenária Universitária sobre o Future-se: 4 de setembro, 17h, no Auditório do Paulo Freire, UFMA

Depois do debate promovido pela Apruma sobre o Future-se, o próximo passo nesta luta que, segundo a professora Marina Barbosa Pinto (que esteve na UFMA para o debate na última terça-feira 27 de agosto) não deixa outra alternativa a não ser a de rejeição a esse projeto, será reunir toda a comunidade universitária e a sociedade em geral em uma grande plenária para discutir a fundo os impactos da proposta.

Embora o ministério da Educação tenha como discurso oficial a não imposição do Future-se, o que se desenha como cenário é a pressão para adesão por parte de institutos e universidades, tanto que há a possibilidade de o projeto ser criado via medida provisória, impedindo qualquer discussão que poderia ser feita durante tramitação no Congresso.

A Plenária Universitária será realizada nesta quarta-feira, 4 de setembro, às 17h, no Auditório Principal do Centro Pedagógico Paulo Freire, no Campus do Bacanga. Haverá transmissão via Internet para todos os campi da UFMA e será assegurada a participação destas unidades via WhatsApp da Apruma (98 9 8844 0401 – para participar indique o nome e o campus de onde está falando).

A ideia é ouvir técnicos, docentes, discentes, terceirizados, e a sociedade para a qual se volta o conhecimento produzido na Universidade sobre as ameaças às instituições representadas no Future-se: incerteza em relação ao financiamento das instituições, ingerência de entidades privadas na gestão da Educação Pública, desresponsabilização do Estado ante uma obrigação constitucional, ameaças às carreiras dos professores, à assistência estudantil e ao patrimônio público das universidades e institutos, entre outros.

Além da comunidade, várias autoridades serão convidadas a ouvir os anseios e apreensões da  sociedade ante esse cenário, além de representantes da Administração da UFMA. Entre as presenças já confirmadas, a do presidente do Andes (Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior), Antonio Gonçalves Filho, além dos movimentos docente, discente e de técnicos da UFMA.

Mobilização nas redes – A Apruma orienta professores e professoras, estudantes, técnicos, terceirizados, e todos os que se sentem ameaçados pela proposta a comparecer e a convidar mais pessoas a discutir o Future-se durante a Assembleia desta quarta-feira. Para auxiliar na mobilização, sugerimos aderir ao evento via Facebook, além de compartilhá-lo e convidar maios pessoas a confirmar presença. Para isso, basta clicar no link AQUI.

Sobre o Future-se – Além das ameaças já descritas acima, os materiais a seguir ajudam a compreender o que está por trás e o que representa esse programa: acompanhe a seguir cards sobre o assunto e o vídeo com o debate Os Impactos do Future-se na Carreira Docente.

Vinte razões pra rejeitar o Future-se

Debate Future-se e carreira docente, com Marina Barbosa Pinto (Universidade Federal de Juiz de Fora)

Publicado por Apruma Seção Sindical em Terça-feira, 27 de agosto de 2019