UFMA discute sobre o projeto Future-se

Na manhã desta segunda-feira, 12, no auditório do Prédio da Pós-Graduação do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), em reunião convocada pela Reitoria, professores, técnicos e estudantes discutiram sobre o projeto Future-se, Programa Institutos e Universidades Empreendedoras e Inovadoras, do Ministério da Educação.

A Reitora Professora Nair Portela, coordenou a atividade e inicialmente, fizeram suas considerações sobre o Programa, os professores Allan Kardec, Dourivan Câmara e João de Deus, além de, José Leonardo, representando as Pró-Reitorias. Foram taxativos em dizer que o projeto é muito genérico e que é evasivo, não contendo informações o suficiente para que fosse discutido. A Professora Nair Portela enfatizou que o programa não foi discutido nem com a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior – Andifes,  nem com os pró-reitores e, que os Reitores foram chamados apenas para ver a apresentação do projeto.

Em seguida, os representantes dos Centros foram convidados a fazer o posicionamento, de acordo com as reuniões de cada Centro, seguidos de representações estudantis. Todas as falas foram no sentido de não aceitar a proposta do Future-se, pois para os professores e estudantes, tal proposta fere um princípio básico da Universidade, a Autonomia.

A Apruma-SS já afirmou em carta aberta à comunidade que esse projeto “Future-se”, do governo Federal, nega a educação como direito do cidadão e dever do Estado. A educação brasileira será privatizada e submetida à voracidade por lucros, aos interesses de grupos de banqueiros e conglomerados de empresas de educação superior privada que pretendem ampliar seus mercados de venda de crédito estudantil. Nesse sentido, sua proposta é acabar com a gratuidade do ensino superior, excluindo do direito à educação os filhos das classes populares. Colocando-se, portanto, contra a proposta do Future-se, igualmente o Andes – Sindicato Nacional, que inclusive produziu uma nota técnica apontando algumas considerações sobre o projeto (saiba mais aqui)

Deliberações

Ficou clara a necessidade de uma discussão mais ampliada, que inclua a comunidade universitária e a sociedade civil. Para tanto, definiu-se uma Assembleia Universitária, que discutirá as ações do programa, que acontecerá no dia 19 de agosto, próxima segunda-feira, às 9 horas, no auditório principal do Centro Pedagógico Paulo Freire, convocando toda a comunidade Universitária para deliberar sobre o posicionamento da Universidade em relação ao Future-se.

Na reunião, também foi reforçada a importância da participação dos professores e professoras, bem como dos outros setores da Universidade (estudantes e técnicos administrativos) no ato da Educação, que acontecerá amanhã, na Praça Deodoro, com concentração a partir das 15 horas.

Diretora da Apruma-SS, Ilse Gomes, em intervenção sobre o Future-se