Pré-Ene, com início nesta sexta-feira, é incorporado ao calendário de mobilizações em defesa da Educação

A etapa preparatória ao III Encontro Nacional da Educação, pré-ENE, que acontece a partir das 8h desta sexta-feira, 23, no Auditório do Sindicato dos Bancários do Maranhão (Rua do Sol, Centro de São Luís) e segue até o meio-dia do sábado, 24, foi incorporado pela última Assembleia Geral da Apruma como importante atividade do extenso calendário de mobilizações em defesa dos direitos, da Educação e contra o fascismo.

As inscrições on line no site do evento já foram encerradas, mas todos e todas podem e devem participar: haverá inscrições no local do evento antes da palestra de abertura, prevista para as 8h desta sexta-feira: basta comparecer.

O Encontro Nacional da Educação é a maior articulação nacional do setor, responsável por grandes campanhas pela educação pública, laica, gratuita, de qualidade social, que discute acesso e permanência da classe trabalhadora, contribuindo para a construção de um projeto de educação por ela formulado e que a atenda de maneira plena e emancipatória.

A programação pode ser conferida AQUI.

CALENDÁRIO

Além do Pré-ENE, é fundamental ajudar a construir, participar e acompanhar as seguintes atividades incorporadas pela Assembleia:

  • Dia 23/11, sexta-feira, XIII Marcha da Periferia. A marcha que nasceu em São Luís/MA já faz parte do calendário de lutas em diversas cidades. Este ano traz o tema REPARAÇÕES JÁ! DITADURA NUNCA MAIS! A concentração será às 15h na Praça Odorico Mendes, na rua Rio Branco, Centro da Capital Maranhense. A Marcha seguirá até a altura da Casa do Maranhão, no bairro da Praia Grande. Na dispersão, acontece o já tradicional Festival de Hip Hop, que está em sua 25ª edição, com a participação de diversos artistas mostrando a cultura contra o racismo. A Marcha da Periferia é organizada pela CSP Conlutas, central à qual a Apruma é filiada, e também pelo recém-criado Mestre do Katendê, que leva o nome em homenagem ao compositor, percussionista, artesão, educador e mestre de capoeira brasileiro assassinado após o primeiro turno das eleições por umseguidor de Jair Messias Bolsonaro, na Bahia.
  • Dia 4 de dezembro: data indicada pelo Andes junto com a Andifes (Associação dos reitores das federais) para realização de eventos que marquem a defesa do estado democrático e os trinta anos da Constituição. Momentos antes da Assembleia, as diretoras da Apruma, professoras Sirliane Paiva, Ilse Gomes e Marise Marçalina, e o professor Cláudio Mendonça, da diretoria do Andes-SN, conversaram com a reitora da UFMA, professora Nair Portela, e foi marcada a conferência “Defesa da Democracia e 30 anos da Constituição Federal de 1988”, que acontecerá às 14h no Auditório do Centro Pedagógico Paulo Freire, no Campus do Bacanga. A conferência será seguida de um manifesto cultural em defesa da educação e das liberdades democráticas, a partir das 16, na Praça Central, em frente ao prédio castelão, também no Campus do Bacanga.
  • Dia 26 de novembro estão previstos atos em frente às representações do Ministério do Trabalho nos estados, em defesa do Ministério ameaçado pelo novo governo e da Justiça Trabalhista.
  • Dia 28 de novembro todos devem acompanhar a Sessão do STF que analisará a ADIN referente ao escola sem partido do estado de Alagoas.

Dado o extenso calendário, constitui-se, então, uma Comissão de Mobilização, com o intuito de pensar formas de envolver a comunidade universitária nestas ações. Inicialmente, a Comissão conta com representante da Diretoria da Apruma, e os professores Aurean, Rosilda Dias e Carolina Portela. Quem quiser se incorporar à Comissão para contribuir nas atividades, basta procurar a Apruma ou algum de seus diretores!