Apruma – Nota de Denúncia

APRUMA –DENÚNCIA

A Apruma – Seção Sindical – vem a público denunciar o comportamento misógino, racista, completamente desrespeitoso empreendido por dois estudantes da Universidade Federal do Maranhão disparado contra outros dois alunos da mesma instituição, atingindo, também, a professora presidente da APRUMA e funcionárias desta Seção Sindical.

O reprovável episódio aconteceu no fim da tarde desta segunda-feira, 1º de outubro, quando um casal de estudantes repreendeu e filmou os dois agressores rasgando cartazes do movimento #elenão colados por mulheres da UFMA nos arredores da Área de Vivência. O casal questionou o comportamento e apontou que a Universidade é, por excelência, local de circulação de ideias e do livre pensamento, não cabendo a censura e sim o debate. Como resposta, vieram chutes na estrutura da passarela, movimentos ameaçadores em direção aos estudantes, injúrias raciais, e provocações no sentido de diminuir e intimidar os estudantes, que seguiram seus caminhos e foram acompanhados pela dupla. O casal foi seguido por toda a Área de Vivência, chegando até ao corredor onde ficam localizados o Diretório Central dos Estudantes (onde os alunos buscavam guarida) e a APRUMA. Com o barulho às portas desta Seção Sindical, a presidente buscou intervir para acalmar os ânimos, clamando por diálogo, no que foi também recebida com postura agressiva, palavrões e exaltação fora do comum, comportamento direcionado também às funcionárias que estavam naquele momento na APRUMA. Foi necessário acionar a equipe de Segurança da UFMA para evitar que algo mais grave acontecesse.

O ocorrido reforça a necessidade de seguirmos juntas e juntos na luta contra atitudes de cunho fascista na sociedade. A APRUMA reafirma solidariedade aos estudantes e a todas que receberam os ataques, e buscará as medidas cabíveis, sem se calar nem se curvar ante ao autoritarismo, ao machismo, ao racismo. Seguimos firmes, sem nos intimidar, honrando nossa história de resistência em defesa da democracia.

São Luís, 04 de outubro de 2018

 

A Diretoria da APRUMA – Seção Sindical do ANDES – SN