Roda de conversa sobre Sede Náutica da Apruma

A Assembleia Geral que seria realizada na última quarta-feira (12) foi adiada para esta semana, no mesmo horário e local: assim, ficam convocados todos os docentes para participar da Assembleia Geral da Apruma nesta quarta-feira, 19 de setembro, às 17h, no Auditório Ribamar Carvalho, na Área de Vivência do Campus do Bacanga.

A convocatória foi enviada aos docentes por e-mail*.

Pauta

Diversos itens da pauta foram mantidos:

  • Informes;
  • Prestação de contas de janeiro a junho /2018;
  • Indicação para representar a APRUMA no CONSEPE e CONSUN, no período de setembro de 2018 a setembro de 2019;
  • Comemorações dos 40 anos da APRUMA;
  • Situação e proposta de devolução da Sede Náutica.

O adiamento foi decisão dos que compareceram à última convocação, após o professor José Policarpo Costa Neto fazer a sugestão. Dessa forma, aproveitou-se para conversar sobre a situação da Sede Náutica, que segue como ponto de pauta da Assembleia.

Diretores da Apruma que estavam presentes adiantaram os relatos sobre as providências tomadas em atendimento às deliberações da última Assembleia sobre o assunto (que decidiu manter a administração da Apruma sobre a área e fazer gestões para que o espaço pudesse ser aproveitado da melhor forma).

Assim, foi comunicado que todas as deliberações tomadas por essa Assembleia foram feitas: buscou-se a Administração Superior da Universidade para que deslocasse uma equipe de segurança para o terreno, que é de propriedade da UFMA – a reitoria esclareceu a impossibilidade de atendimento do pleito dada a situação financeira atual da Universidade.

Sobre a documentação, foi apresentado o termo de cessão do espaço, que é claro quanto a não transferência da propriedade para a Apruma a qualquer tempo. Também foi reapresentado o levantamento de custos para estabilização do terreno – na casa de milhares de reais, sem contar as reformas estruturais urgentes para que a Sede Náutica possa voltar a receber atividades.

Dado esse quadro, a maior parte da atual diretoria defende a devolução da área para a UFMA, para que os cursos que necessitam do espaço para a pesquisa possam fazer uso do terreno. Enquadram-se nessa demanda áreas como Ciências Biológicas, Oceanografia, as engenharias, Educação Física, entre outras. Representantes de outras diretorias da Apruma que participaram da conversa também se posicionaram, em suas falas, nesse sentido, relembrando problemas para estimular a frequência dos docentes ao espaço e os problemas estruturais, que se avolumaram. Além disso, a atual direção aponta que os recursos hoje empenhados apenas para tentar evitar o uso indevido do espaço podem ser economizados para que futuramente uma sede social possa ser adquirida.

As discussões devem ser retomadas na Assembleia desta quarta-feira, quando a categoria se reunirá para avaliar o que fazer diante desse cenário. É importante a participação dos docentes para uma decisão definitiva sobre o assunto seja encaminhada. Compareça!

* Cadastre-se para receber informes da Apruma em seu e-mail: clique acima em “Fale com” e nos envie uma mensagem para adicionarmos seu endereço eletrônico aos nossos destinatários!