São Luís terá Marcha dos 130 Anos da Abolição Sem Reparação dia 12 de maio

Duas das cidades mais negras do Brasil, São Luís e Rio de Janeiro terão Marcha dos 130 Anos da Abolição Sem Reparação dia 12 de maio

Movimentos populares e sindicatos realizam, na mesma data, no Rio de Janeiro e no Maranhão, a Marcha dos 130 Anos de Abolição Sem Reparações no dia 12 de maio, antecedendo o Dia Nacional de Denúncia do Racismo.

Os dois atos vão ocorrer em bairros negros periféricos. Em São Luís, a marcha será realizada no bairro Liberdade e no Rio de Janeiro o ato vai acontecer no bairro de Madureira.

Na Liberdade, a concentração dos manifestantes será feita no Viva da Fé em Deus, em frente ao Terreiro de Iemanjá de Jorge da Fé em Deus, a partir das 15 horas. 

A Marcha dos 130 Anos é uma mobilização nacional proposta pela Central Sindical e Popular do CSP-Conlutas e os movimentos Quilombo Urbano e Quilombo Raça e Classe, além de contar com o apoio de sindicatos. No Maranhão, estão sendo esperadas delegação do Movimento Quilombola e caravanas de outros outros estados como Pará e Piauí.

Haverá ainda programação cultural após a marcha. Já estão confirmadas as participações dos grupos Gíria Vermelha, Raio X do Nordeste, Luciana Pinheiro e Tambor de Crioula de Leonardo (veja programação abaixo).

A marcha foi antecedida de uma programação de preparação, com panfletagem nos bairros, rodas de conversas, entrevistas em veículos de comunicação, reuniões preparatórias, tudo procurando conscientizar para a importância de se exigir reparação, dado que a abolição abandonou os negros à própria sorte depois de explorá-los, desterrá-los, assassiná-los, sem que até hoje tenha tido reparação de fato por tudo o que foi causado ao povo negro, perpetuando a exclusão.

Bairro da Liberdade – Considerado o maior quilombo urbano de São Luís, o bairro Liberdade completa no mês de maio 100 anos, sendo território que concentra movimentos sociais e grupos representativos da cultura maranhense. Assim como em São Luís, o bairro Madureira no Rio de Janeiro também é considerado um bairro de efervescência cultural e política.

Luta contra o racismo – A partir do Rio de Janeiro e do Maranhão, a Marcha reafirma a luta que considera o 13 de Maio Dia Nacional de Luta contra o Racismo ao propor ações e atos públicos para exigir reparações dos crimes perpetrados pelo Estado brasileiro, o último  país a revogar a escravidão:

Reforma agrária, titulações das terras de quilombolas, implementação da Lei 10.636/03 (ensino de História e Cultura Africana e Afro-Brasileira nas escolas de Ensino Fundamental e Médio), ampliação da política de ações afirmativas e cotas nas universidades e serviços públicos, geração de empregos, desmilitarização da polícia, entre outros, estão na pauta de reparações assinada pelos movimentos sociais e sindicais que apoiam a Marcha, que é aberta e convida toda a sociedade a participar.

Marcha dos 130 Anos de Abolição Sem Reparações

Quando: dia 12 de maio, a partir das horas

Local de concentração: Viva Fé em Deus (Liberdade)

Organização: CSP/CONLUTAS, Quilombo Urbano e Quilombo Raça e Classe

Mais informações: Facebook (Marcha 130 anos de abolição sem reparações).