Marielle, Presente!!! Apruma convoca para ato unificado contra a execução de Marielle Franco

Consternada com o silenciamento brutal de uma voz feminina, negra, que bradava contra a violência, a truculência e o cerceamento de direitos das comunidades pobres da cidade do Rio de Janeiro através do aparato militar repressivo do estado e que ousou questionar a institucionalização do estado de Exceção advindo da intervenção militar naquele Estado, calada quando saía de mais uma atividade dessa luta, juntamente com o trabalhador Anderson Pedro Gomes, a Apruma soma-se às entidades que em todo o Brasil estarão no dia de hoje protestando contra mais essa ocorrência inaceitável.

Dessa forma, vem convocar a toda a comunidade universitária a se somar ao Ato Unificado que ocorrerá a partir das 17h em frente à Câmara de Vereadores de São Luís do Maranhão, no bairro da Praia Grande. Quiseram calar uma voz, sem saber que ela ecoaria por um país. Tentaram nos matar, não sabiam que somos sementes! Todos ao Ato com concentração na Praia Grande a partir das 17h.

Marielle Franco, vereadora do Psol do Rio de Janeiro, mulher, negra, lutadora. Presente!

 

Confira as chamadas ao ato e a Nota da Diretoria do Andes-SN:

 

Convidamos a toda a comunidade universitária a se fazer presente no ato de luto e de luta contra o assassinato da vereadora Marielle Franco, do Rio de Janeiro.

Não podemos ficar calados ante mais uma brutalidade e a execução de uma mulher, lutadora, negra, que denunciava as opressões contra os mais pobres nas comunidades e favelas.

O ato será as 17 horas desta quinta-feira dia 15, em frente à Câmara de vereadores de São Luís.

Nenhum direito a menos,

Nenhuma mulher a menos,

MARIELLE PRESENTE!

Apruma Seção Sindical


Ato Unificado #SomosTodasMarielle

nesta quinta-feira (15/3) a partir das 17h, em frente à Câmara de Vereadores de São Luís

MARIELE, PRESENTE!!

Externamos a nossa consternação ante a trágica notícia da execução da vereadora do Psol do Rio Marielle Franco.

Não dá para se resignar!

Assassinaram Marielle na tentativa de matar as bandeiras que ela levantava: a denúncia da violência, da truculência da banda podre da PM/RJ, das milícias, do eleitoralismo da intervenção na segurança no Rio de Janeiro, do fortalecimento da luta da mulher, dos negros, dos favelados…

NÃO CONSEGUIRÃO! AS BANDEIRAS DE LUTA DE MARIELLE NÃO BAIXARÃO !!

Porque milhares de Marielles emergirão nas mobilizações que virão nas ruas do Rio, em São Paulo (também em solidariedade aos professores que lutam contra a reforma da previdência e foram duramente reprimidos) e em centenas de cidades brasileiras.

A luta de Marielle Franco não será em vão!

Exigimos a apuração desse crime! Nos somamos às companheiras e companheiros do Rio, na dor e na luta para que essa execução não fique impune.

Toda solidariedade à familia, amigos e compas de Marielle e de Anderson Pedro Gomes, motorista também executado na triste noite de 14 de março.

MARIELLE, PRESENTE!!!

▪Fórum Maranhense de Mulheres

▪ APRUMA

▪ Setorial de Mulheres  do PSOL

▪ Secretaria de Mulheres do PT

▪Diretório Estadual do PSOL/MA e Diretório Municipal do PSOL de São Luís

▪CSP conlutas

▪PSTU

▪Movimento Mulheres em Luta

▪Quilombo Raça e Classe

▪Quilombo Urbano

▪Coletivo de Mulheres Preta Anastácia

▪DCE UFMA

___

Nota da Diretoria do ANDES-SN sobre o assassinato de Marielle Franco

A Diretoria do ANDES-SN lamenta profundamente a morte da vereadora Marielle Franco, do PSOL do Rio de Janeiro, que foi brutalmente assassinada na noite desta quarta-feira, dia 14 de março, ao sair de uma atividade política no centro da cidade. Manifestamos também imenso pesar pelo assassinato de Anderson Pedro Gomes, trabalhador que estava conduzindo o veículo que transportava a vereadora no momento que foi violentamente atacada. Colocamo-nos, solidariamente, ao lado de seus familiares, amigas e amigos, neste momento de muita dor e pesar.

Marielle Franco, mulher, negra, jovem moradora da Favela da Maré, estava sempre ao lado das trabalhadoras e trabalhadores, construindo resistências e esperanças em seus corajosos enfrentamentos contra diversas formas de opressão. Sua atuação política inspirava a juventude carioca, que se via reconhecida em sua luta, em sua cor e em sua potência feminista.

A luta pelos direitos humanos, incluindo a denúncia da violência policial no estado do Rio de Janeiro, era uma das bandeiras empunhadas por Marielle Franco, e o ANDES-SN manifesta grande preocupação a respeito desta tragédia, que ocorre no momento em que há um aumento da militarização do estado do Rio de Janeiro, o qual se encontra sob autoritária intervenção das forças armadas. Assim como as lutas encampadas pelo ANDES-SN sempre encontravam com Marielle pelas ruas da cidade, o nosso luto por Marielle deverá ser transformado em resistência e luta em sua homenagem e respeito.

O assassinato de Marielle representa também o extermínio da população negra, das mulheres e moradoras de favela.
Não vão nos calar! Por Marielle e todas as mulheres negras, pobres e faveladas que são exterminadas pela quadrilha no poder a serviço do capital.

Marielle, presente!
Anderson, presente!
#MariellePresente #AndersonPresente