Seminário “Desafios atuais das questões agrárias, urbanas, ambientais, indígenas e quilombolas”

O Grupo de Trabalho da APRUMA de Política Agrária, Urbana e Ambiental (GTPAUA) realiza, na próxima terça-feira, 30, a partir das 16h, no Auditório Principal do Centro Pedagógico Paulo Freire, no Campus do Bacanga, o seminário “Desafios atuais das questões agrárias, urbanas, ambientais indígenas e quilombolas”, no qual as diversas temáticas e suas relações serão debatidas por pesquisadores e militantes dessas questões.

Serão realizadas duas mesas. A primeira tratará da problemática “Planos diretores e questões agrárias, urbanas e ambientais”, tema que ganha importância num momento em que na capital maranhense, por exemplo, vêm se dando disputas em torno das alterações da legislação urbanística deflagradas desde o ano passado. A APRUMA, inclusive, apoiou a resistência contra a tentativa de alteração dessas leis de forma antidemocrática e com atenção indisfarçada à especulação imobiliária e expansão industrial em detrimento das comunidades da Ilha.

A segunda mesa discute “Autonomia territorial e desafios contemporâneos de povos e comunidades tradicionais”, fundamental também nos embates travados pelo Maranhão, como a tentativa de expulsão da comunidade Cajueiro, também em São Luís, para implantação de um porto privado na área, ou ainda nos conflitos violentos no campo que dizimam camponeses, quilombolas e indígenas, como o recente conflito envolvendo os Gamela, na Baixada Maranhense. Recentemente, a Comissão Pastoral da Terra lançou mais uma edição anual de seu Caderno de Conflitos no Campo, no qual o Maranhão destacou-se em 2016 nesse quesito. Esta segunda mesa contará com a participação de Osmarino Amâncio, liderança dos seringueiros no Acre, companheiro de lutas de Chico Mendes na defesa dos povos da Floresta.

Confira a programação do evento, divulgue e participe:

PROGRAMAÇÃO

Seminário “Desafios atuais das questões agrárias, urbanas, ambientais, indígenas e quilombolas”.

  •  16h – Abertura.
  • 16h15 – Mesa01 – Plano diretores e questões agrárias, urbanas e ambientais.
  • 17h45 – Intervalo
  • 18h – Mesa 02 – Autonomia territorial e desafios contemporâneos de povos de comunidades tradicionais, com a participação de Osmarino Amâncio.